Início | Bio | Transparência | Galeria | Links | Contactos
      English
  OK  
Parlamento
Arquivo
Artigos
Notícias
direitoshumanos
segurancaedefesa
libia
integridadeetransparencia
fiscalidade
submarinos
envc
justicaeassuntosinternos
vistosgold
vooscia
 
 
Segurança e Defesa
14/11/2018
Intervenção no debate sobre "o futuro da segurança europeia e o futuro do tratado Tratado de Forças Nucleares de Alcance intermédio" da sessão plenária de Estrasburgo

Senhor Presidente, ao desligar a Rússia deste tratado, Trump pode,

de facto, estar a fazer o perigoso jogo de Putin, porque o tratado reduziu, efetivamente, os riscos de escaladas militares, de erros de cálculo operacionais e ajudou a mudar a lógica MAD da Guerra Fria para a do diálogo entre a Rússia e os Estados Unidos.

Mesmo havendo incumprimento do tratado por parte de Moscovo e mesmo que Trump tenha também por objetivo renegociar com a Rússia, e até indiretamente vise a contenção da capacidade nuclear da China, os riscos de escalada e de catástrofe são tremendos, porque a Rússia de hoje pode sentir-se tentada a compensar a fraqueza em forças convencionais, recorrendo ao uso das suas capacidades nucleares e no meio está a Europa. É insano não ver que a nossa segurança e a segurança global estão em causa.

A União Europeia não pode ficar muda e queda. Tem de intervir de alguma maneira e tentar negociar com ambos para que, efetivamente, se assista a uma verdadeira redução destas forças nucleares de alcance intermédio na Rússia, mas também em todos os outros que as detêm.

O vídeo da intervenção encontra-se disponível no canal do Youtube da deputada Ana Gomes.

 

 
 
Desenvolvido por: mediaFoundry © 2019 Ana Gomes. Todos os direitos reservados.